Sites Grátis no Comunidades.net
Translate this Page

Rating: 2.6/5 (145 votos)



ONLINE
1





Partilhe esta Página




DICAS DO DIA
DICAS DO DIA

 

DIA FRIO NÃO É DESCULPA PARA DEIXAR DE LADO A ATIVIDADE FÍSICA

Outono/Inverno muitas vezes servem de desestímulo para a prática de atividades físicas. Muita gente prefere trocar os exercícios e treinos em academia pelo ambiente quente de casa. A preguiça, além de deixar as pessoas mais sedentárias neste período, também ajuda no ganho de uns quilinhos extras, uma vez que há um aumento considerável no consumo de comidas calóricas.

Mas há como fugir dessa tentação e manter a rotina das atividades físicas mesmo nos dias mais frios, com o mesmo prazer que vamos a uma academia nos dias mais quentes. Segundo professores de Educação Física, para que as atividades físicas se mantenham prazerosas, vale ficar atento à alimentação, hidratação e vestuário nos dias de baixa temperatura.

Um ponto importante é o aquecimento cardiovascular. Ao iniciar qualquer atividade física, principalmente em baixas temperaturas, devemos realizar um bom aquecimento através de exercícios aeróbios (caminhada, trote e corrida leve) aumentando a intensidade do esforço gradativamente. Executando entre 10 a 15 minutos, isto garantirá que suas articulações, músculos, tendões estejam prontos para a atividade física, além de garantir maior eficiência do sistema cardiovascular. 
Dessa forma, garante-se uma atividade física segura e eficiente. 

E caso a motivação despenque na mesma intensidade dos termômetros, uma dica: espante a preguiça estabelecendo metas diferenciadas nestas épocas mais frias. “Jamais interrompa a rotina de treinos, pois haverá queda de performance e com uma alimentação mais calórica (nos dias frios se come mais), as chances de ganho de peso são enormes”, alertam os profissionais.

DICAS PARA NÃO SER VENCIDO PELO FRIO

* Não se deixe vencer pela preguiça. Estabeleça metas e encare o Inverno de frente;
* Se você é mais sensível ao clima mais frio, escolha horários mais quentes, como a manhã;
* Dê atenção especial ao aquecimento. Ele deve ser feito por um período maior do que está acostumado, mas em ritmo suave;
* Mantenha a alimentação balanceada; não cometa exageros!
* Mantenha a hidratação da forma como está acostumado. Não se deixe levar pela falsa impressão de que não é necessário ingerir líquidos por conta do frio.

 

Foto: DICA DO DIA!!!

DIA FRIO NÃO É DESCULPA PARA DEIXAR DE LADO A ATIVIDADE FÍSICA

Outono/Inverno muitas vezes servem de desestímulo para a prática de atividades físicas. Muita gente prefere trocar os exercícios e treinos em academia pelo ambiente quente de casa. A preguiça, além de deixar as pessoas mais sedentárias neste período, também ajuda no ganho de uns quilinhos extras, uma vez que há um aumento considerável no consumo de comidas calóricas.

Mas há como fugir dessa tentação e manter a rotina das atividades físicas mesmo nos dias mais frios, com o mesmo prazer que vamos a uma academia nos dias mais quentes. Segundo professores de Educação Física, para que as atividades físicas se mantenham prazerosas, vale ficar atento à alimentação, hidratação e vestuário nos dias de baixa temperatura.

Um ponto importante é o aquecimento cardiovascular. Ao iniciar qualquer atividade física, principalmente em baixas temperaturas, devemos realizar um bom aquecimento através de exercícios aeróbios (caminhada, trote e corrida leve) aumentando a intensidade do esforço gradativamente. Executando entre 10 a 15 minutos, isto garantirá que suas articulações, músculos, tendões estejam prontos para a atividade física, além de garantir maior eficiência do sistema cardiovascular. 
Dessa forma, garante-se uma atividade física segura e eficiente. 

E caso a motivação despenque na mesma intensidade dos termômetros, uma dica: espante a preguiça estabelecendo metas diferenciadas nestas épocas mais frias. “Jamais interrompa a rotina de treinos, pois haverá queda de performance e com uma alimentação mais calórica (nos dias frios se come mais), as chances de ganho de peso são enormes”, alertam os profissionais.

DICAS PARA NÃO SER VENCIDO PELO FRIO

 * Não se deixe vencer pela preguiça. Estabeleça metas e encare o Inverno de frente;
 * Se você é mais sensível ao clima mais frio, escolha horários mais quentes, como a manhã;
 * Dê atenção especial ao aquecimento. Ele deve ser feito por um período maior do que está acostumado, mas em ritmo suave;
 * Mantenha a alimentação balanceada; não cometa exageros!
 * Mantenha a hidratação da forma como está acostumado. Não se deixe levar pela falsa impressão de que não é necessário ingerir líquidos por conta do frio.

EM BUSCA DA BARRIGUINHA DOS SONHOS

Ter um abdômen sarado e com tudo em cima é o sonho de qualquer ser humano, não é? Seja ele frequentador assíduo ou iniciante na academia. O legal é que pôr este sonho em prática não é nenhum bicho de sete cabeças. Apesar de não ser algo extremamente complicado, a busca pela barriguinha perfeita exige disciplina e foco no objetivo final, que é garantir a tonificação dos músculos abdominais.

A prática de atividade física regular e uma dieta saudável são as premissas que irão ajudar a ter o tão sonhado abdômen perfeito.

E claro que não é saindo por aí fazendo qualquer aula ou atividade física. É preciso direcionar todas as atenções aos músculos a serem trabalhados e, junto com a orientação de um profissional, buscar o auxílio nutricional. Os exercícios mais indicados são os do grupo aeróbico com no mínimo 30 minutos de duração, combinados com exercícios localizados para o abdômen e encerrando com um intervalo para repouso, afinal a musculatura do abdômen é como qualquer outro músculo do corpo, que necessita de descanso de um dia para o outro.

A definição e fortalecimento do abdômen também colaboram para a correção postural devido ao enrijecimento da região lombar, desmentindo o mito de que o trabalho localizado no abdômen apenas acrescenta mais volume a região. Não é verdade. O exercício localizado fortalecerá o abdômen e a região lombar melhorando a parte postural, o que pode amenizar o volume do abdômen. E se você tem dúvida sobre qual exercício aeróbico escolher para associar aos exercícios localizados, segue uma ajudinha: todos os exercícios aeróbicos são indicados, exemplos: corrida, escada ou transport. Procure aquele que lhe der mais prazer.
Foto: DICA DO DIA!!!

EM BUSCA DA BARRIGUINHA DOS SONHOS

Ter um abdômen sarado e com tudo em cima é o sonho de qualquer ser humano, não é? Seja ele frequentador assíduo ou iniciante na academia. O legal é que pôr este sonho em prática não é nenhum bicho de sete cabeças. Apesar de não ser algo extremamente complicado, a busca pela barriguinha perfeita exige disciplina e foco no objetivo final, que é garantir a tonificação dos músculos abdominais.

A prática de atividade física regular e uma dieta saudável são as premissas que irão ajudar a ter o tão sonhado abdômen perfeito.

E claro que não é saindo por aí fazendo qualquer aula ou atividade física. É preciso direcionar todas as atenções aos músculos a serem trabalhados e, junto com a orientação de um profissional, buscar o auxílio nutricional. Os exercícios mais indicados são os do grupo aeróbico com no mínimo 30 minutos de duração, combinados com exercícios localizados para o abdômen e encerrando com um intervalo para repouso, afinal a musculatura do abdômen é como qualquer outro músculo do corpo, que necessita de descanso de um dia para o outro.

A definição e fortalecimento do abdômen também colaboram para a correção postural devido ao enrijecimento da região lombar, desmentindo o mito de que o trabalho localizado no abdômen apenas acrescenta mais volume a região. Não é verdade. O exercício localizado fortalecerá o abdômen e a região lombar melhorando a parte postural, o que pode amenizar o volume do abdômen. E se você tem dúvida sobre qual exercício aeróbico escolher para associar aos exercícios localizados, segue uma ajudinha: todos os exercícios aeróbicos são indicados, exemplos: corrida, escada ou transport. Procure aquele que lhe der mais prazer.

 

OS BENEFÍCIOS DO CONSUMO DE PROTEÍNA PÓS-TREINO

Você sabia que consumir alimentos ricos em proteínas após um treino de musculação traz diversos benefícios para o corpo, como, por exemplo, a aceleração da recuperação? Isso porque a proteína possui o poder reconstrutor no organismo, sendo considerado um nutriente essencial para o pós-treino. As proteínas desempenham importantes funções, como contribuição na síntese muscular, o que favorece o ganho e o aumento da musculatura. 

Por terem função construtora no organismo, as proteínas também auxiliam a reparar microlesões decorrentes do treino de musculação e, conseqüentemente, favorecem uma boa recuperação no pós-treino.

A quantidade de proteína que deve ser consumida varia de acordo com as necessidades de cada indivíduo e deve ter o acompanhamento profissional. O controle do consumo de proteínas é relativo e é calculado de acordo com as necessidades de cada um. A lista de opções para suprir as necessidades de proteínas é grande e consegue agradar a todos os gostos. 

Carnes magras, peixes, aves, ovos e laticínios com baixo teor de gordura, por exemplo, são ótimas opções para a alimentação após o treino. Os vegetarianos também podem se beneficiar do consumo de proteína pós-treino consumindo alimentos à base de soja, como os sucos e proteínas texturizadas.

DICA DO DIA!!!

OS BENEFÍCIOS DO CONSUMO DE PROTEÍNA PÓS-TREINO

Você sabia que consumir alimentos ricos em proteínas após um treino de musculação traz diversos benefícios para o corpo, como, por exemplo, a aceleração da recuperação? Isso porque a proteína possui o poder reconstrutor no organismo, sendo considerado um nutriente essencial para o pós-treino. As proteínas desempenham importantes funções, como contribuição na síntese muscular, o que favorece o ganho e o aumento da musculatura. 

Por terem função construtora no organismo, as proteínas também auxiliam a reparar microlesões decorrentes do treino de musculação e, conseqüentemente, favorecem uma boa recuperação no pós-treino.

A quantidade de proteína que deve ser consumida varia de acordo com as necessidades de cada indivíduo e deve ter o acompanhamento profissional. O controle do consumo de proteínas é relativo e é calculado de acordo com as necessidades de cada um. A lista de opções para suprir as necessidades de proteínas é grande e consegue agradar a todos os gostos. 

Carnes magras, peixes, aves, ovos e laticínios com baixo teor de gordura, por exemplo, são ótimas opções para a alimentação após o treino. Os vegetarianos também podem se beneficiar do consumo de proteína pós-treino consumindo alimentos à base de soja, como os sucos e proteínas texturizadas.